Imagine a seguinte cena: você está em um café e escuta a uma pessoa dizendo para a outra: “A minha amiga fez um blog de maquiagem, foi meio sem querer mas ela sempre foi boa nisso e agora está famosa”. Parece comum não? Pois é, esses casos de pessoas que conseguiram bons resultados apostando na divulgação frequente de conteúdo estão se tornando cada dia mais normais e, naturalmente, estão cada vez mais atraindo a atenção das empresas.

As corporações estão se dando conta de que um conteúdo relevante é de fato poderoso e de que a internet é uma possibilidade real de aumentar consideravelmente o faturamento dos negócios. Ou seja, a demanda por materiais ricos para blogs está aumentando, o que é uma ótima notícia também para agências de publicidade. Assim, ainda que sua agência seja tradicional, está na hora de abrir o leque e começar a oferecer a seus clientes conteúdo altamente qualificado – mesmo para aqueles que são bem específicos. O intuito deste post é proporcionar um direcionamento para que você saiba como atender esse novo nicho de mercado.

Como iniciar a produção de conteúdo para empresas

Sempre se ouve falar de como uma estratégia sólida de marketing de conteúdo oferece resultados excepcionais e que como investir nela ajuda a alcançar muitos objetivos. E sim, essa é uma grande verdade. No entanto, estruturar essa estratégia não é algo tão simples quanto parece.

E uma grande parte do que parece complicado é a produção do conteúdo. Afinal, as possibilidade são imensas e possui muitas variáveis como mercado, orçamento disponível e toda (sim, toda) sua criatividade. Mas a sua sorte é que você clicou no conteúdo certo. Siga esse passo e verá que o processo é complexo e trabalhoso mas nem por isso é difícil.

1) Descubra para quem escrever (as famosas personas)

Para definir o tema do blog dos seus clientes é absolutamente necessário traçar o perfil do seu público-alvo. Ou seja, do comprador do seu produto ou serviço. Por isso, nada mais importante do que criar as famosas personas – uma descrição de um personagem que represente simplesmente todas as características do cliente. A construção de personas ajuda a guiar a produção do conteúdo e garante que o direcionamento seja correto.

2) Escolha o tipo de conteúdo apropriado para sua estratégia

Produzir conteúdo não é apenas produzir posts. Claro que um texto de 700 palavras que vai ao seu blog corporativo é muito importante. Mas existem outras possibilidade:

E-Books: Composto de 20 páginas mais ou menos, esse material trata dos temas como uma profundidade maior do que um blog post, com mais detalhes e novos pontos de vista.

Postagens em redes sociais: As principais portas de divulgação para as empresas, as redes sociais possuem particularidades próprias. Não é simplesmente copiar uma parte do artigo e sair colando por todas as redes sociais que você achar pela frente. Adaptar a linguagem, atrair a atenção do leitor com chamadas, despertar a curiosidade e o engajamento do leitor são alguns dos pontos essenciais desse conteúdo.

Infográficos: uma combinação de informação rica com design interativo e atrativo é a receita para um bom infográfico. Vale lembrar que a internet está se tornando cada vez mais visual, o que faz desses materiais a grande aposta do momento.

As possibilidades são muitas e citamos aqui apenas as mais comuns. Os formatos mais adequados variam de estratégia para estratégia, assim como os objetivos de cada cliente.

3) Defina sobre o que escrever

A principal ferramenta para a publicação de um conteúdo é o blog corporativo. E o elemento principal para o sucesso garantido é escolher corretamente o que será abordado. Não fale dos seus próprios produtos e serviços – esse é um dos erros mais comuns que as empresas cometem na internet. Na realidade de hoje, os usuários possuem um amplo poder de escolha e é pouco provável que se interesse por um site que ofereça apenas informações promocionais. Se o conteúdo não for relevante, elas podem trocar de site em poucos segundos. As pessoas só vão absorver suas informações e acompanhar seu blog se o que você escrever oferecer algum valor para a vida delas.

4) Como organizar sua equipe de conteúdo

Tudo começa quando se define a estratégia, depois passa pelo levantamento de temas considerados indicados para cada fase da persona no processo de compra (a famosa jornada do comprador), pela produção do conteúdo em si, a edição do texto e de imagem, revisão, a publicação e termina na divulgação…. Ufa!

Pelo número de etapas envolvidas, é evidente que uma boa equipe de produção de conteúdo envolve várias pessoas e para organizá-lo é necessário selecionar bons profissionais. Uma equipe é basicamente composta por:

Content Manager – Esse profissional não é apenas responsável por gerenciar o conteúdo desenvolvido pela empresa como também pela publicação de qualquer formato, seja escrito, seja por imagem. Ele também pode ser responsável pela criação, edição, publicação e atualização além de planejar e coordenar os conteúdos oferecidos pela empresa.

Redator – Esse profissional cria as peças de conteúdo com base nas estratégias selecionadas e ainda sugere novas ideias e temas. Este profissional precisa ter muito domínio de escrita e também do assunto, sabendo casar todo seu conhecimento à estratégia do cliente.

Editor – Se redator cria o texto, o editor é o responsável por lapidá-lo até que fique perfeito para o que foi destinado. Ainda confere se foram utilizadas as boas práticas de SEO para a otimização.

Web Designer – Duas funções principais: primeiro, garante a experiência do usuário, depois, cria o acabamento visual e o layout das peças. Ele é o grande responsável pelas landing pages, gráficos e vídeos.

Distribuidor – Deu todo esse trabalho produzir não? Então, temos que ter alguém para contar! Essa é a responsabilidade do distribuidor. Através de habilidades de marketing digital, SEO e tecnologias, ele faz com que o conteúdo chegue às pessoas certas. Não raro, quem faz a distribuição do conteúdo também é também o content manager.

É preciso um sério investimento na gestão de todo o processo e de mensuração das métricas que possam ajustar todo esse fluxo. Para ajudar, hoje em dia, utilizamos muitas ferramentas que aperfeiçoam o trabalho e ainda melhoram consideravelmente o diálogo entre as equipes. Então chegamos ao quinto passo:

5) Invista em ferramentas para melhorar o fluxo de trabalho

De acordo com o relatório global da Mc Kinsey, a utilização de ferramentas de colaboração online aumenta em até 25% a produtividade dos colaboradores. Algumas ferramentas são indicadas para organizar o calendário editorial e o cronograma de produção, gerenciar tarefas, ajudar na gestão da produção ou ainda gerenciar as suas redes sociais. Vamos apresentar a vocês algumas delas:

Trello

Uma plataforma funcional, usada para gerenciamento de projetos em boards versáteis e adaptáveis dependendo da necessidade. O Trello é altamente indicado para organizar as tarefas e é perfeito para trabalhos em equipes. Seus boards pode se compartilhados entre vários membros que podem, inclusive, fazer comentários em cada uma das etapas da produção.

Google Docs

Essa é uma ferramenta que o Google oferece para qualquer usuário que tenha uma conta de e-mail no Gmail. É utilizado para armazenar os documentos na nuvem, mas, além disso, oferece opções de edições inteligentes em vários formatos como textos, planilhas de dados, apresentações. Os arquivos de texto podem, inclusive, ser compartilhados entre várias pessoas que podem somente ler ou ter a autorização para editá-lo.

WordPress

Uma forma fácil de o seu cliente publicar materiais em blogs sem lutar com seu software: essa é a definição pela qual o WordPress é conhecido no mercado. Em suma, é um software livre, gratuito que preza pela estética e pela usabilidade e oferece uma boa forma de gerenciar a publicação do conteúdo.

Hootsuite

Criado nos EUA em 2008, o HootSuite é especializado em gestão de marcas nas mídias sociais e permite que o usuário integre Facebook, Twitter, Linkedin, Google+, MySpace e as gerencie através de um painel de controle.

Contentools

A plataforma da Contentools é uma ferramenta que agrega muitas das funcionalidades já citadas e ainda proporciona um overview em tempo real do fluxo de trabalho de toda a equipe. A interface centraliza todas as informações sobre a estratégia de conteúdo dos clientes e ainda facilita na produção de todas as publicações. Ainda é integrada com o WordPress e com as redes sociais, o que acrescenta facilidade no workflow da divulgação do conteúdo que foi produzido. 

Todas essas plataformas são utilizadas para aperfeiçoar os resultados de cada uma das etapas de produção, além de ajudar no controle do cronograma e na entrega de todas as tarefas. Dessa forma, toda a equipe pode trabalhar organizadamente, em nome de um mesmo objetivo, e sem perder tempo em tarefas consideradas desnecessárias.

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.