Marketing de Conteúdo é uma estratégia e, por ser estratégia, requer bastante trabalho. O que muitos empreendedores se perguntam, no entanto, é se é preciso fazer um grande investimento para começar a fazer marketing de conteúdo em sua startup. A resposta é não.

Neste artigo vamos conversar sobre isso. Você verá como é possível fazer marketing de conteúdo para startups investindo pouco. Daremos algumas dicas práticas que serão muito úteis para o seu negócio. Acompanhe!

Conheça seu público e planeje que tipo de conteúdo ele prefere e em quais canais distribuirá seu material

O primeiro passo para quem quer iniciar uma estratégia de marketing de conteúdo é conhecer profundamente seu público-alvo. Você deve saber com quais pessoas está falando e, a partir disso, escolher que mensagens a sua marca levará até elas.

É por isso que você deve desenhar buyer personas, que são representações semifictícias do público-alvo. Esses personagens o ajudarão a direcionar o tom de voz e o formato dos conteúdos — para fazer isso, leia este post: Aprenda a criar buyer personas para sua estratégia de marketing de conteúdo.

Em seguida, defina quais os tipos de conteúdo e em quais canais irá publicar seus conteúdos. Para isso, utilize a nossa Matriz do Marketing de Conteúdo.
Você necessitará basicamente de um blog, que deve estar alojado dentro do seu site, e de perfis nas redes sociais que seu público frequenta. Para a criação desses canais básicos, não é necessário fazer grandes investimentos. Na verdade, o maior investimento é de tempo.

— Leia também:

•    Os primeiros passos para a criação de um blog corporativo
•    As 6 redes sociais mais populares do momento
•    Como conquistar (e manter) clientes através das mídias sociais

Estabeleça os assuntos que giram em torno do seu negócio e produza conteúdo altamente relevante

Depois de conhecer o público-alvo e determinar em quais canais irá atuar, você precisa definir em quais assuntos sua startup será autoridade. Lembre-se de que marketing de conteúdo não é propaganda, portanto não deve falar diretamente sobre seus produtos e serviços, mas sanar as dúvidas dos seus consumidores potencias e clientes ativos, mostrar curiosidades e entreter.

Pense nos assuntos que orbitam seu negócio como se fossem editorias. Por exemplo, se você é um desenvolvedor de um aplicativo para medição de batimentos cardíacos, pode trabalhar com conteúdos sobre saúde do coração, bem-estar das pessoas cardíacas, prevenção de doenças etc.

— Leia também: Como produzir conteúdo relevante para ser encontrado na web

Monte um time com profissionais qualificados em produção de conteúdo

Com um orçamento limitado, talvez não seja possível a contratação de um redator especializado; nesse caso, uma boa escolha é contratar redatores freelancers, independente disso é fundamental que o redator ou o time de redatores seja “seu time”, conheça sua estratégia, suas personas, seus objetivos e que você possa interagir diretamente com esse time para orientá-los da melhor forma possível.

Há no mercado uma grande quantidade de jornalistas e outros profissionais que se dedicam a escrever conteúdos web e vendem sua força de trabalho de forma autônoma. Esses profissionais costumam cobrar por formato de conteúdo escrito (blog posts, e-books, white papers etc.) e também pelo tamanho das produções (quantidade de palavras). Para facilitar, hoje há empresas que concentram profissionais qualificados, por exemplo a base da Contentools, onde você pode encontrar profissionais de acordo com o perfil procurado.

Há também designers e social medias que trabalham com a formatação dos conteúdos (diagramação, programação, postagem e interações nas redes sociais). Eles cobram pelo tamanho das produções e também por hora de trabalho.

O ideal é orçar valores para um determinado pacote mensal de conteúdos. Assim, é mais fácil ter previsibilidade de investimento.

— Leia também: Como escalar a produção de conteúdo com times de redatores mistos

Outras 7 dicas de marketing de conteúdo para startups com orçamento limitado

Dito isso, vamos a uma lista de dicas práticas para você aproveitar os benefícios de uma boa estratégia de conteúdo sem necessitar de um grande investimento:

1.    Peça aos seus colaboradores para trazerem ideias de conteúdo. Também sugira que eles produzam artigos.
2.    Desdobre seus conteúdos em diferentes formatos para diferentes canais (transforme um e-book em vários posts resumidos, por exemplo);
3.    Aceite colaboradores no blog (artigos de clientes, parceiros, blogueiros especialistas etc.).
4.    Explore todas as possibilidades das redes sociais para levar seu conteúdo mais longe (horários, direcionamentos para públicos específicos etc.).
5.    Participe de grupos no LinkedIn e em outras plataformas.
6.    Envie uma newsletter periodicamente (semanal ou quinzenalmente) para as pessoas que deixarem seu e-mail de contato.
7.    Adquira uma ferramenta de automação de marketing para diminuir os esforços manuais e manter sua estratégia de conteúdo sempre em dia.

— Leia também: A importância de uma Startup desenvolver Marketing de Conteúdo

E então, gostou das dicas? Sua startup já tem uma estratégia de marketing de conteúdo? Deixe um comentário!

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.