Este guest post foi escrito por Mayna Prista, Coordenadora de Relacionamento da 99designs Brasil

O maior objetivo de landing page de sucesso é converter e para isso, o usuário precisa clicar no botãozinho ‘mágico’. Então vamos conhecê-lo melhor.

Já ouviu falar em ‘CTA’? CTA é uma sigla em inglês para “Call to Action”, algo como ‘Chamar para Ação’. Quando feito de forma certa, é o CTA que levará os visitantes a se tornarem usuários, convertendo no que você precisa. Podem ser diferentes objetivos como geração de leads, blog, redes sociais, mailing, vendas diretas ou inscrições para um evento. O CTA pode ser usado em qualquer página de um site para levar as pessoas a clicarem onde você quiser. Mas hoje falaremos do CTA no contexto das landing pages. Isto significa que deverá convencer o usuário a se cadastrar em algo que ele sabe pouco a respeito e geralmente é a primeira página do site de uma empresa que ele vê. Mas sim, é possível criar uma landing page eficiente para ajudar a vender seu negócio/produto.

1. Utilize texto para guiar a conversão

landing page CTA trial

Ritual encontrou uma maneira inteligente e ‘clicável’ em “Start your ritual” (Comece seu ritual).

O objeto principal é converter um visitante do site em um cliente que gerará receita para o seu negócio – e é preciso fazer isso de forma eficiente. A quantidade de tempo que alguém leva para visualizar toda landing page, é inversamente proporcional a probabilidade de clicarem naquele botão. Use a landing page para mostrar ao cliente o que há de potencial para ele.

Grande parte deste desafio está nas mãos do redator. Nem sempre será um trabalho para o designer mas quando for é responsabilidade dele entender exatamente o que o cliente está buscando e encontrar a melhor forma de mostrar isso a ele. Seja breve, inteligente e, se puder, sagaz.

2. Vá direto ao ponto

CTA landing page

Não há nenhuma dúvida sobre o que o Icon-Works quer que você faça na página inicial deles. Sua landing page deve ter um CTA claro e singular sempre que possível. Uma empresa tem várias maneiras de interagir com seus clientes, como por exemplo, ‘Leia nosso blog’, ‘Compre agora’ ou ‘Entre em contato para mais informações’, mas há tantos sites sem criatividade que podem usar estas formas de CTA. O seu não.

Na landing page, a técnica mais efetiva ainda é usar apenas um ‘call to action’. Defina qual o objetivo mais importante para a conversão e siga por aí. Deixe os outros objetivos para as outras páginas do site. Se for preciso acrescentar outras tarefas na landing page, certifique-se que há uma hierarquia visual, onde o que é mais importante será visto primeiro. Faça isso usando cores, tamanhos e formatos e utilize estrategicamente toda a parte visível e não é visível na página.

3. Direcione os olhos do usuário

Call to action para landing page

Sosh tem um texto engajado mas também utiliza uma imagem discreta para levar toda a atenção do usuário diretamente ao botão CTA.

Só porque está tentando focar toda a energia do usuário em um único botão, não significa que o botão trabalhará sozinho. Uma página em branco com um botão não significa nada, o usuário precisa de um contexto para ter uma ação relevante. Três ótimas sugestões onde incluir o CTA em sua landing page:

  1. O título da empresa/ produto e sua descrição. Não pense que o usuário sabe o que você está vendendo assim que chegar a sua página. É o seu dever mostrar a ele. Geralmente esta informação está em cima do botão CTA com algumas variações. Esses dados precisam estar lá mas não necessariamente precisam ser a primeira coisa que chama a atenção do usuário.
  2. Uma imagem impactante, uma ilustação, ou até um vídeo que prenda a atenção, mostrando seu produto e capte a imaginação do usuário. Este recurso geralmente tem o CTA localizado em cima.
  3. Depoimentos ajudam a construir confiança com o usuário. As pessoas vendem várias coisas em vários lugares, portanto é importante mostrar que o que está vendendo acrescentará valor a vida do seu cliente. Utilize o espaço abaixo do CTA para comunicar o que os clientes satisfeitos falam sobre o seu produto.

4. Experimente utilizar a tela toda

Landing page full page

Every Last Drop utiliza uma técnica arrojada onde envolve o usuário em uma ideia antes de mostrar qualquer CTA. O ponto onde é preciso usar o scroll para visualizar o resto da página chamasse ‘fold’. O que está acima do fold, você consegue visualizar imediatamente assim que acessa a página e o que está abaixo, está estrategicamente escondido. Há toda uma ciência para determinar onde o CTA deve estar antes ou depois do fold e a melhor escolha deve ser determinada a partir a quantidade de informações que você tem em sua landing page.

Para ajudá-lo a decidir qual é melhor, veja o quanto de informação é necessária para chegar ao CTA. Na maioria dos casos, o ideal é incluí-lo logo na parte imediatamente visível mas não há nenhuma estratégia que funcionará 100% em todos os casos. Para discursos mais extensos, você precisará testar as opções menos óbvias.

5. Não esqueça dos pequenos detalhes

Landing page destalhes

A landing page do Tumblr é simplesmente fascinante, bonita e funcional. Ela investiu em uma grande imagem, que dá a sensação de espaço vazio e ainda um pequeno e contrastante formulário.

Há vários elementos e princípios básicos de design que normalmente se aplicam em qualquer desafio de design. Ao criar uma landing page com máxima experiência em conversão, há alguns pontos particularmente importantes.

  1. Cores: contrastantes e complementares ajudam a destacar os pontos principais, como o botão para o CTA. Certifique que o design está de acordo com as cores da marca.
  2. Tamanho: está ligado as cores. Considere os elementos da página, o quão grande o CTA deve ser para chamar atenção sem exagerar e manter a página em equilíbrio.
  3. Formato: também auxilia no equilíbrio da página enquanto cria uma certa personalidade. Sua empresa/ produto condiz com ângulos retos ou curvas suaves?
  4. Espaços vazios: como em todo design, um espaço vazio é um importante fator para direcionar a visão, portanto não queira acabar com eles..
  5. Símbolos: podem ser grandes aliados. Usar algo como uma seta pode deixar claro o que aquela ação fará pelo usuário, mas lembre-se de não usá-los em exagero e poluir o design.

Considerações finais

Podemos dar todas as ideais do mundo sobre como converter em uma landing page mas sempre será uma situação diferente. O que funciona para um, nem sempre funciona para o outro e a melhor forma de descobrir o que realmente irá converter no seu caso é criar diferentes testes.

Uma sugestão é que divida seus clientes em dois grupos para um teste A e um teste B. Mostre uma versão da landing page para o grupo segmentado A e uma outra versão do design para o grupo B. Desta forma, você poderá compreender o que funciona melhor para o seu negócio/ produto.

Qualquer dúvida, entre em contato com um de nossos consultores!

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.