Aqui na Contentools costumamos enfatizar que Marketing de Conteúdo está muito mais associado a um processo do que a um projeto. É uma estratégia recorrente, que exige disciplina, frequência, constância e não tem previsão para acabar, afinal, se você chegar ao objetivo definido, provavelmente irá traçar metas mais audaciosas e utilizar essa estratégia para ganhos ainda maiores, correto?

Se, para identificar gaps e melhorias em um processo, é importante tê-lo documentado, uma estratégia de marketing de conteúdo funciona da mesma maneira: documentar personas, jornada de compra, responsáveis, datas de entrega, de publicação e etc servem como mapa para a geração de conteúdos mais assertivos.

Pode parecer óbvio mas, segundo o CMI, apenas 32% das empresas entrevistadas no relatório anual de content marketing possuem uma estratégia documentada (B2B Content Marketing). Ou seja, na prática, organizar e documentar o processo não é tão obvio assim.

Mas, afinal, por que organizar a produção de conteúdo?

Porque organizar o processo irá trazer ganhos para o seu negócio, como reforça o próprio relatório anual do CMI (citado anteriormente), ao apresentar os dados de que gestores de marketing com estratégias documentadas apresentaram resultados mais efetivos em comparação aos gestores sem essa documentação. Listei alguns dos benefícios de documentar a estratégia logo abaixo:

Seguir o objetivo do marketing de conteúdo

Uma estratégia documentada e organizada serve como um “guia” ou um “mapa” para as suas atividades, evitando que você perca o foco dos conteúdos produzidos: Para quem? Quando? Por quê?

Ter consistência nas publicações

Além da frequência semanal ser super importante, ter consistência na estratégia com datas definidas de publicação ajuda a fidelizar o seu público, que irá retornar ao seu blog para absorver os novos conteúdos compartilhados por você. Maior tração digital!

Escalar a produção de conteúdo

Com o processo de produção bem definido, fica mais fácil pensar em aumentar o volume de produção, seja com equipe interna, terceirizada ou muitas vezes com guestposts, estratégia que vem ganhando força e que você deveria iniciar!

Ter uma equipe altamente produtiva

Se a sua equipe tem claro quais são os prazos de produção, quem são os responsáveis e quais os objetivos buscados, provavelmente você terá um ganho de performance, tanto em qualidade do material quanto no tempo investido por eles para essa produção.

Bom, se você leu até aqui e concordou com os porquês, mas não tem ideia de como organizar a sua produção de conteúdo, vou compartilhar um pouco de como fazemos na Contentools, abordando 4 pilares:

Estratégia: a base do marketing de conteúdo de resultado

O primeiro passo para a produção de conteúdo é saber quem é o nosso público, o que eles precisam e como podemos ajudá-lo. Se marketing de conteúdo é uma estratégia de comunicação, precisamos alinhar nosso discurso para o entendimento do receptor da informação.

Termos documentado as personas, a jornada de compra e palavras-chave para todos aqueles que vão contribuir com a produção de conteúdo ajuda na adequação do tom de voz da marca, fundamental para a compreensão do público-alvo.

 

 Talentos: crie o “dream team” para a produção do conteúdo

Selecionar uma equipe adequada de produção tem um peso importante para os resultados com o seu conteúdo. Por isso, apresento pra vocês algumas funções importantes para compor esse time:

  • Gestor de Marketing (CMO): responsável por estruturar o plano de produção, a estratégia, aprovar/recusar os conteúdos e o budget. Supervisiona o processo.
  • Redator: quem irá criar e produzir os conteúdos, além de trazer novas ideias. Essa função pode ser interna ou externa, de acordo com a sua estratégia.
  • Editor ou Content Manager: papel importante na otimização dos conteúdos (SEO), alinhamento de pautas e quem irá coordenar as datas de publicação.
  • Designer: responsável pelo acabamento visual, novos tipos de conteúdo, layout, landing pages e experiência do usuário.

Se você é uma startup ou tem uma equipe muito enxuta, não se preocupe. É comum que, na produção interna, exista uma pessoa “vestindo mais de um chapéu”. O importante é definir muito bem quem é responsável por cada etapa.

Além das funções, já falamos aqui no blog sobre as possibilidades da produção de conteúdo ser interna, externa ou mista, assim como falamos dos ganhos em investir nas parcerias comerciais com Co-marketing e Guestsposts. Independente de como é (ou pretende ser a sua produção), precisamos nos atentar a alguns detalhes:

Produção de conteúdo interna

Envolver os colaboradores na produção é de extrema importância, pois reflete a vivência e experiência do negócio. São as pessoas da empresa que podem gerar os conteúdos mais ricos, que mostram o DNA do negócio.

Dica: usem a produção interna para os conteúdos meio e fundo de funil, pela riqueza de informação. Além disso, envolvam áreas diferentes (vendas, marketing, produto, sucesso do cliente), para ter perspectivas diferentes e não sobrecarregar ninguém.

Produção de conteúdo externa

A maioria das empresas ainda procura a terceirização, seja por falta de braço, de tempo, ou simplesmente para complementar a estratégia de produção, como nós fazemos por aqui. Usamos profissionais terceirizados para abordar conteúdo de topo de funil, educando o mercado sobre assuntos que não falam sobre produto, mas estão atrelados as principais dores ou descobertas do nosso público-alvo.

Dica: mesmo terceirizando, você precisa acompanhar de perto o processo. Essa terceirização será a voz da sua empresa, expondo o conhecimento do SEU negócio. E nesse aspecto, conhecimento NÃO se terceiriza. Conhecimento é compartilhado. Por isso, invista em um bom briefing e uma equipe qualificada no seu segmento e em formato digital!

Co-marketing e Guestposts para turbinar a produção

Defina parceiros comerciais que possuam personas semelhantes a sua e traga essa produção para o seu controle. Com o processo organizado, defina prazos, temáticas e formas de distribuição. Esse acordo é muito importante para evitar possíveis surpresas não agradáveis, como um furo no seu calendário editorial.

Processo: automação de processos e ganho de produtividade.

Você já se perguntou quanto custa o tempo que você leva para produzir conteúdo? Quantas horas você gasta alterando as abas entre diversas ferramentas (planilhas, e-mails, redes sociais, mais planilhas, software de gestão de projetos, WP), para controlar sua produção? Muitas empresas não se dão conta do tempo que gastam com atividades totalmente operacionais e que são os grandes responsáveis pela sensação de falta de tempo ao longo do dia/semana/mês.

Com foco em maior produtividade e em canalizar nosso esforço no que realmente gera maior impacto, utilizamos a nossa plataforma (Contentools) para centralizar todo o processo de produção. Quer ver?

Banco de ideias

Todas as pessoas que tenham nível de permissão, independente da função, podem sugerir ideias e temas para a produção de conteúdos para o blog corporativo. Nossa content manager avalia as ideias, aprova por prioridades do mês e lança para a produção.

 

Fluxo de Produção

Conhecendo o nosso processo, definimos as etapas de um fluxo de produção (saiba como) de acordo com o tipo de conteúdo, já que produzir um artigo para blog é diferente de produzir um ebook, por exemplo. Além disso, alinhamos as datas de entrega para cada etapa, o que gera uma estimativa do prazo final do conteúdo, bem como definimos os responsáveis para cada momento da produção, como quem irá editar ou diagramar determinado material.

Um fator importante: como tudo está mapeado e documentado na plataforma Contentools, o próprio software notifica através do e-mail tudo o que acontece na produção: mudança de etapa, prazos e entregas. A tecnologia permite que nosso time foque no que importa: estratégia, não operação.

 

Calendário editorial

No início do artigo falamos sobre a relação do marketing de conteúdo com o processo recorrente, baseado tanto em frequência de publicação, mas também em sua constância. Pois bem, quantas vezes você se deparou com uma quebra em suas publicações por: atrasos, revisões, imprevistos?

A função do calendário editorial é justamente ajudá-lo a ter uma visão ampla da sua semana/mês/ano com relação a produção de conteúdo e, mais que isso, te dar o poder de se antecipar às adversidades que podem surgir durante a produção. Um calendário atualizado permite que você tenha uma sequência lógica de publicações, saiba se um conteúdo vai atrasar ou não e aja para evitar essa quebra de publicação, tão prejudicial para a sua estratégia.

Distribuição do conteúdo

Tão importante quanto produzir conteúdos de qualidade é permitir que esses materiais cheguem até o público-alvo. As redes sociais são canais que permitem um alcance exponencial a partir de curtidas e compartilhamentos, mas tenham cuidado: são terrenos alugados! Utilize as redes sociais como direcionadores de tráfego para o seu ativo: blog da empresa.

Como a vida útil de uma publicação nas redes sociais é muito curta, aqui na Contentools buscamos publicar mais de uma vez ao dia, o que cria uma quebra na rotina e em ações estratégicas. Por isso, temos nossas mídias integradas na plataforma e, pelo calendário editorial, os artigos e chamadas são publicados automaticamente na data agendada. Sem preocupação com feriados, problemas de saúde ou qualquer outro imprevisto!

 

Motivação: como envolver a equipe interna e criar uma cultura de produção de conteúdo com os colaboradores

Um dos fatores que fez a Contentools deixar de ser uma produtora de conteúdo e se posicionar no mercado como uma solução de marketing de conteúdo que ajuda empresas, tanto a gerenciar quanto a produzir materiais de forma mais assertiva, foi o entendimento de que conhecimento é compartilhado, não terceirizado! E quem tem mais conhecimento do seu negócio do que você ou quem trabalha no dia a dia da empresa?

Envolver as diversas áreas da empresa na produção de conteúdo permite você gerar materiais ricos e únicos, abordando diversos aspectos do negócio. Mas, como fazer com que essas pessoas assumam mais uma atividade em meio a tantos afazeres da rotina de trabalho é uma dúvida comum entre os gestores de marketing.

Para sanar essa dificuldade, criamos na Contentools um projeto de produção interna em que cada mês uma área é responsável por gerar um volume de conteúdos, de temas livres (mas que estejam atrelados à persona) ou de ideias sugeridas pelo resto do time e que determinada área tenha maior expertise no assunto. Além do senso de responsabilidade criado para o sucesso da estratégia, existe um incentivo para que as pessoas escrevam: no final de cada mês, quem produziu o conteúdo de maior impacto (curtidas, visitas e outras variáveis que podem compor a análise) recebe um prêmio simbólico e o reconhecimento perante a empresa.

Uma dica para quem quer envolver a equipe interna na produção é conferir o material que lançamos junto com a SocialBase sobre como reduzir os custos de produção com o conteúdo gerado pelo colaborador.

Espero que este material seja útil para organizar melhor a sua produção. E, se este artigo te ajudou, compartilhe como você gerencia a sua produção de conteúdo para gerarmos ainda mais insights.

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.