Atrair, converter e fidelizar clientes: eis os principais objetivos do Marketing de Conteúdo. Estratégias que envolvem a criação de conteúdo relevante ganham cada vez mais espaço na luta por reputação e credibilidade na internet, a maior vitrine de produtos e serviços do mundo.

A internet se tornou o ponto de encontro entre empresas e clientes e, para que este relacionamento dê certo e seja duradouro, é preciso investir em estratégias que não só atraiam o cliente para o seu site, mas que também o façam retornar. Esta é a principal missão do Marketing de Conteúdo, que deve ser planejado de acordo com os objetivos da empresa e o público-alvo em questão.

Mas, na prática, como chegar lá? São muitas as opções de produtos de conteúdo, tanto para empresas B2B quanto B2C: desde posts no blog e ebooks a games, pesquisas de mercado, calculadoras e muito mais. Como saber qual o melhor para atingir os objetivos?

Produtos de conteúdo

Há uma matriz de decisão interessante que trazemos no infográfico abaixo, que leva em conta o objetivo da empresa (do reconhecimento do cliente à decisão de compra) e o perfil do público-alvo (mais emocional ou racional). Vamos conferir?

Matriz_Conteudo

Basicamente, a combinação dos dois eixos, o objetivo da empresa na horizontal e o perfil do cliente, na vertical, criam quatro quadrantes, que são:

1. Entreter

Para se relacionar de forma mais emocional com o público e com objetivo de reconhecimento, as opções de produtos de conteúdo seriam: vídeos, quizzes, competições e mesmo posts no blog e ebooks.

2. Inspirar

Na mesma linha mais emocional, porém com objetivo direcionado à conversão, são eficazes: depoimentos de celebridades, reviews de usuários, fóruns abertos à comunidade, ratings e certos eventos.

3. Educar

Para atrair um público mais racional ou que busca conteúdo sobre produtos e serviços corporativos, as opções mais interessantes são: pesquisas de tendências, infográficos como este acima, guias, posts no blog da empresa e ebooks também.

4. Convencer

Se o objetivo é conduzir o público com perfil mais analítico à tomada de decisão de compra, há vários produtos de conteúdo que podem ajudar: exemplos de sucesso e estudos de caso, listas de funcionalidades de produtos, demonstrações de uso, webinars, checklists e calculadoras.

Qual produto escolher?

Mais importante do que focar a atenção em um pool de produtos, é ter uma estratégia bem definida, que contemple uma mescla de formatos para cada etapa do ciclo de compra dos seus clientes. Escolher o máximo de opções (e executá-las com qualidade e foco no público-alvo) certamente traz mais resultados. Mas nem sempre o orçamento permite acessar alternativas mais caras, como fazer design de infográficos e desenvolver calculadoras e outras ferramentas dinâmicas, por exemplo. Nessas situações, o ideal é manter o blog corporativo sempre atualizado (para garantir a presença da empresa nas ferramentas de busca) e criar ebooks ou webinars focados em tirar dúvidas pontuais do público, para serem acessados mediante cadastro (permitindo a criação de um mailing de interessados). Depois, com o tempo e o aumento das conversões, você poderá ir inserindo novas opções de formatos para que seu público acesse e consuma ainda mais conteúdo da empresa.

Quais formatos de conteúdo sua empresa já oferece aos clientes ou gostaria de oferecer?Quer organizar essa decisão e sua estratégia de conteúdo? Conheça em nosso Kit ferramentas que podem te ajudar:

kit-basico

Este conteúdo foi produzido por um redator profissional da base da Tex.do.

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.