SEM é a sigla para Search Engine Marketing, em português, Marketing em Sites de Busca. São técnicas de marketing digital que têm como objetivo atrair mais visitantes e promover websites através do aumento da sua visibilidade em páginas de resultados (SERPs) de buscadores, como o Google. Essas técnicas estão relacionadas com palavras-chave e posições dos resultados de busca.

Através do SEM é possível criar um tipo de canal direto com os consumidores que estão buscando produtos ou serviços, já que ele gera a oportunidade de uma empresa ou marca aparecer bem posicionada nos sites de busca.

Existem duas formas de realizar esse posicionamento: através de resultados orgânicos ou através de resultados pagos.

Por isso, podemos dividir o SEM em duas categorias: Links patrocinados e Otimização de sites (SEO).

Links patrocinados: são anúncios pagos veiculados na internet, em forma de links, tanto em buscadores como em sites que alugam seus espaços em troca de uma participação gerada na receita. Eles estão relacionados com as palavras que um usuário digita na barra de busca.

Para realizar esse tipo de anúncio é preciso se cadastrar em uma plataforma de anúncios como o Google Adwords ou o Bing Ads. Utilizando a plataforma é possível escolher entre:

  • Otimização para conversão (vendas);
  • Número de impressões (visualizações do anúncio);
  • Cobrança por cliques (o mais utilizado geralmente).

Na maioria das vezes, os resultados dos links patrocinados são os primeiros a serem listados nas páginas de busca e o retorno é extremamente rápido. Os links também possuem uma taxa de clique diferente dos resultados orgânicos. Isso ocorre pois o investimento determina sua exposição.

Mas como essa exposição acontece? No caso do Google, por exemplo, é realizado um leilão para definir qual anúncio será exibido. Isso ocorre toda vez que um usuário faz uma pesquisa.

SEO (Search Engine Optimization): são resultados orgânicos da página, obtidos através da otimização para mecanismos de busca. Essas otimizações podem ser feitas tanto dentro do seu site (SEO interno) quanto fora, em outros sites (SEO externo). Para isso é preciso considerar alguns fatores de ranqueamento como:

  • Palavras-chave: palavras escolhidas para representar o seu negócio, podendo descrever o tema de um site ou assunto de um texto. São importantes pois fazem a conexão entre seu site e as ferramentas de busca.
  • Otimização de conteúdo: a qualidade do conteúdo é extremamente importante para manter as pessoas em um site. Além disso, é essencial prestar atenção na estrutura do texto. Existem algumas práticas recomendadas para um bom posicionamento, como, por exemplo, a utilização de palavras-chave nos lugares corretos.
  • Link building: essa é uma técnica de SEO externo que visa influenciar e melhorar a popularidade do seu site através de links em outros sites.
  • Qualidade da página: os sites devem possuir um bom layout, proporcionando fácil navegabilidade aos visitantes.
  • Tráfego: quanto maior o número de visitantes em um site, melhor ele será ranqueado.

O tempo de retorno, quando falamos em SEO, é maior e muitas vezes imprevisível, mas ele traz um alto retorno sobre investimento, pois ao estar no topo do ranking de buscas, a exposição da marca é maior.

Por que o SEM é importante para o marketing de conteúdo?

Com a popularização da internet, uma grande quantidade de sites surgiram e os motores de busca tiveram um papel fundamental na organização de resultados mais fáceis, assertivos e confiáveis. Eles também são responsáveis por uma grande parcela do tráfego na internet.

O marketing de conteúdo surgiu como uma estratégia para atrair e educar potenciais clientes de forma que estes não se sentissem atacados por propagandas, por exemplo. É por isso que as estratégias de SEM devem ser bem aplicadas ao seu conteúdo. Tanto quando falamos de SEO, para um bom ranqueamento do seu blog/site, quanto para uma abordagem mais direta para que novos pessoas conheçam seus produtos ou serviços.

Hoje, com tanta informação disponível na internet, não adianta apenas saber sobre o que escrever se não souber a melhor forma de fazer isso. Muitas vezes é possível ter um excelente texto e acabar sendo esquecido por não estar em bom posicionamento nos motores de busca.

Agora que você já sabe o que é SEM e quais são suas aplicações, fica mais fácil entender a importância dessa técnica de marketing online.

Este post foi útil para você? Deseja começar hoje seu blog corporativo e criar sua estratégia de conteúdo? Entre em contato com um de nossos especialistas!

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.