Você é freelancer e, atualmente, enfrenta alguns desafios sobre essa sua escolha independente de atuação profissional? Se sim, saiba como vencê-los! Essa é a real intenção desse post: motivar você, freelancer, a continuar nessa promissora carreira.

Trabalhar por conta própria é, com certeza, o sonho de muitos. Por isso, ser freelancer é uma excelente alternativa para alcançar esse objetivo, não é mesmo? Mas, como qualquer trabalhador, você freelancer, também tem seus altos e baixos. Mas fique tranquilo! Esse sentimento é normal de todo e qualquer ser humano.

Se você acredita estar cansado de disputar trabalhos com outras centenas de profissionais e/ou não ter salário fixo, acredite: Continuar como seu próprio chefe ainda é uma das melhores saídas nos dias de hoje. Afinal, está cada vez mais difícil trabalhar com o que gosta e ainda receber bem por isso. Não desanime e continue investindo em ser freelancer!

Esse método de trabalho tem muitas vantagens e fazemos questão de te refrescar a memória das prazerosas razões que o motivaram a se tornar um profissional freelancer.

1- Ser seu próprio chefe

Ser freelancer, primeiramente, é sinônimo da desejada afirmação: sou meu próprio chefe! Por isso, antes de pensar em qualquer outro tipo de carreira, leve em consideração que o mercado de trabalho está em constante mudança. Como freelancer, você tem a chance de escolher o cliente que gostaria de trabalhar, assim como quando e onde.

Você não é suscetível aos efeitos da atual crise e decorrentes restrições e demissões. E o melhor: não tem ninguém para te cobrar por inúmeras demandas ao mesmo tempo e sem planejamento algum! Você é quem administra seu tipo e ritmo de trabalho, além de ampliar seu networking a cada trabalho realizado.

2- Escolha quando e onde trabalhar

Outra maravilhosa vantagem que ser freelancer lhe proporciona é ter horários flexíveis. Assim, se planeja fazer um mestrado e/ou diferente atividade física, você consegue se organizar para isso, por exemplo. Sem contar que o trabalho home office tem seus valiosos diferenciais, como maior conforto, mais tempo para você, seus familiares e casa, nada de trânsito, menos stress e maior cuidado com a sua saúde.

Além disso, já foi comprovado que poder escolher o local e a hora de trabalho ajuda e muito nos quesitos produtividade e qualidade. À medida que você não precisa sacrificar seu bem estar pessoal em prol do profissional, você entrega cada vez mais e melhores trabalhos.

3- Valorizar a felicidade

Segundo um estudo norte-americano, 90% dos freelancers afirmam ser mais felizes como freelancers do que em trabalhos CLT anteriores. Preciso falar mais alguma coisa? Ser freelancer é, com certeza, valorizar ser feliz, o que resguarda o seu bem estar como um todo.

Você ser dono do seu próprio nariz e poder fazer escolhas mais alinhadas às suas reais necessidades e desejos te faz uma pessoa melhor. E é isso que toda a humanidade quer e busca todos os dias, mesmo que não seja da forma mais assertiva. Ou seja, você é uma pessoa diferenciada, pois tem a vantagem de conhecer a felicidade da independência!

4- Otimizar os ganhos

Um dos principais benefícios de ser freelancer é exatamente o de conseguir otimizar seus ganhos por meio da rotina de fazer contatos com várias empresas e vários profissionais rotineiramente. A lógica perante esse amplo networking é simples: quanto mais clientes você tiver, melhor e mais lucrativo será seu trabalho!

Essa variedade de jobs ainda o qualifica profissionalmente e com o decorrer do tempo, sua mão de obra fica mais especializada e competitiva. Não se esqueça: se já foi empregado de alguém, passou pela situação de aumento de trabalho sem que seu salário acompanhasse no mesmo ritmo.

Como freelancer, não existe essa injusta possibilidade é você quem escolhe a hora de ganhar menos ou mais! Tudo é uma questão do que é melhor para você e seu atual momento de vida.

5- Seguir e viver a sua paixão

Por fim, além de ser seu próprio chefe, poder optar por quando e onde trabalhar, valorizar ser feliz e otimizar seus ganhos, ser freelancer também é seguir sua paixão.

Algo quase impossível hoje em dia, em que o mercado de trabalho está muito restrito, competitivo e pouco humanizado. Lembre-se: trabalhar com o que realmente gosta e considera ter nascido para tal é um verdadeiro sonho de consumo! Não desperdice essa chance e vamos em frente!

E aí? Identificou-se com os cinco motivos para não deixar de ser freelancer? Aposto que sim! Compartilhe suas ideias e/ou sugestões conosco por meio dos comentários. Sua opinião é muito importante para nós!

*Este texto foi escrito por Tabata Martins Oliveira, profissional freelancer da Contentools.

 

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.