É isso mesmo. Acabo de trocar um cargo promissor numa conceituada agência de Inbound Marketing por uma entre as muitas carreiras na internet.  Meus pais, coitados, que normalmente custam 24 horas para conseguir ligar o monitor,  acham que é loucura, irresponsabilidade pura, sabe-se lá mais o quê. Como assim abrir mão de carteira assinada, férias e décimo terceiro para ficar navegando na internet, meu filho?  Olha só, podem me taxar de maluco, o que for! A verdade é que, desde que decidi levar a sério esse negócio de redator de conteúdo para a internet, minha vida mudou – mas para melhor (sai pra lá urucubaca)!

Bom, agora fui prontamente convocado pela Contentools para escrever sobre isso. Quer dizer, sobre as mil e uma carreiras na internet que chegaram para ficar e transformar o mercado de trabalho tal como eu, você – e meus pais também – o conhecíamos. E então, chega de enrolação. Tá a fim de conhecer e entrar de cabeça nessa comigo? Simbora!

Redator Web

Lembra de quando você era um legítimo “pega nada” no colégio e vivia devorando livros e mais livros de romance e poesia para impressionar as meninas com suas cartas apaixonadas? Ops… Melhor esquecer, né?  Pelo menos agora, com a profissão de redator web no auge, você vai ter a chance de pôr em prática todo o seu dom para a escrita em prol de algo que, embora não seja tão útil quanto o beijo da menina mais gata da classe,  ajuda bastante no fim do mês: dinheiro. E como se não bastasse, o campo é imenso: blogs, e-commerce, sites corporativos e até roteiros para vídeos no YouTube.  Sem contar a popularização do marketing de conteúdo, que depende de conteúdos tão qualificados quanto as cartas que você costumava escrever. Tá esperando o quê para se redimir, Don Juan?

Editor

Enquanto o jornalismo impresso passa por uma crise sem precedentes, com demissões em massa, falta de credibilidade e redações que encolhem e migram para portais, a internet acabou se tornando uma opção saudável para que jornalistas e profissionais de outras áreas afins se adaptassem à linha de produção do chamado conteúdo para marcas. Tal como numa redação, a produção de conteúdo para web demanda profissionais que exerçam o papel tanto de redatores como de editores, a fim de colocar no ar blog posts, artigos ou chamadas realmente eficazes – e de preferência sem erros de português.

Content Manager

Se você construir uma carreira sólida como redator web e chegar à edição, a etapa seguinte naturalmente consiste em que você se torne um Content  Manager. Uau!!! E o que um gerente de conteúdo faz? Bem, o Content Manager é como se fosse um maestro, é aquele profissional diferenciado que tem uma percepção estratégica sobre todo o conteúdo que está sendo produzido por sua equipe, de forma a alinhar tudo – cada blog post, chamada, banner ou publicação nas redes sociais – à expectativa dos clientes. É o Content Manager que mantém a equipe sempre afinada.

A Content Manager da Contentools, Gabriela Moura, sabendo do mistério que a profissão é para o mercado brasileiro, descreveu sua rotina em um artigo bem explicativo. Vale a pena a leitura:

Como é a rotina de um Content Manager?

 

Desenvolvedor Web

O Desenvolvedor Web não raro é um ex-micreiro que resolveu levar a sério esse negócio de carreiras na internet. Não, falando sério… Como tem o domínio de linguagens, manja de programação, não vê mistério algum em lidar com layout, wireframe, e ainda sabe colocar um site e blog para funcionar 100% no ar, um bom Desenvolvedor Web chega a ser um dos profissionais disputados à tapa pelas empresas.  Sem contar que geralmente o Desenvolvedor Web é o melhor amigo do Redator Web – que por acaso não entende bulhufas sobre atualização de plugins no WordPress.

Social Media

Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn… Hoje em dia não existe mais ninguém – a não ser meus pais – que não esteja inscrito em pelo menos uma rede social.  O público é tão vasto e ativo nas mídias sociais que originou a demanda por um profissional que entenda a linguagem de cada canal. Nasce o Social Media, o verdadeiro porta-voz da empresa nas redes sociais, aquele que rebate o mi mi mi quando um usuário não está satisfeito com o produto, mas que também pode usar e abusar da criatividade com uma infinidade de emojis e hashtags.

Veja bem, eu citei apenas cinco novos profissionais que estão em alta no mercado digital.  Há por aí toda uma nova leva de carreiras na internet em gestação no Brasil, como a do Especialista em Inbound Marketing, um dos mais procurados por empresas e startups de todo país – justamente porque ainda é bem difícil de se encontrar.  E o melhor de tudo isso é que não é pré-requisito apresentar um diploma ou ter uma formação em marketing e publicidade para adentrar esse universo. Basta ficar atento a artigos, cursos (muitos deles gratuitos) e certificados oferecidos por majors da área como Hubspot, e, claro, a nossa Contentools. Ah, sim: e nunca se esquecer de dar aquela calibrada diária no seu perfil do LinkedIn, uma das maiores portas de entrada de oportunidades que já conheci.

E então, tá pronto para embarcar no home office ou vai na onda devagar quase parando dos seus pais? Se liga, agora é com você!  

Espere! Não esqueça de assinar nossa newsletter

Acesse conteúdo premium sobre marketing de conteúdo:

Suas informações de contato nunca serão usadas para enviar qualquer tipo de SPAM.